Quer saber de promoções e novidades? Segue a gente.

um conteúdo
pensado pra você

Veja como escolher os móveis para casa com essas 7 dicas
Dicas
8 de Maio de 2019

Veja como escolher os móveis para casa com essas 7 dicas

Um dos momentos mais gostosos para quem curte uma residência aconchegante e receptiva é a hora de escolher os móveis para casa. Mobiliar o cantinho que você adora é fundamental para construir um espaço que revele o seu estilo de ser e ofereça toda a comodidade. Como fazer isso sem correr o risco de contratempos?

Para responder a pergunta, preparamos este post com algumas dicas indispensáveis para que você escolha com bom gosto e segurança os móveis que deixarão seu lar ainda mais gostoso e harmônico. Boa leitura!

Entenda a importância de escolher bem os móveis para casa

Mobiliar a sua casa é uma atividade que exige organização, tranquilidade e informação. Afinal de contas, a decisão deve atender ao seu gosto e ao das pessoas do seu círculo de convivência por um período relativamente longo.

Procure reservar um tempo para planejar o que realmente você deseja e precisa ter em sua casa ou apartamento antes de ir às compras.

O mercado oferece muitas opções e a pesquisa é uma das boas ferramentas a seu favor. Além da economia no orçamento, procurar as peças de acordo com as suas necessidades, conforme as áreas em que serão instaladas e a decoração é imprescindível para que nada fique mal colocado ou não combine com o restante dos itens decorativos.

Conheça quais critérios considerar na escolha dos móveis

Para facilitar a sua tarefa e contribuir para que você encontre a mobília dos seus sonhos, relacionamos alguns fatores a serem observados nesse momento. Confira.

Estilo da decoração

As peças que mobiliarão o seu lar devem estar em harmonia com o estilo de decoração existente ou que você pretende adotar. Os principais estilos decorativos são:

  • clássico: é um estilo que se destaca por suas linhas requintadas e elegantes, com uma inspiração grega e romana;
  • retrô: é marcado por elementos que remetem aos anos 1950/70. O design é visualmente marcante e dinâmico, revelando muito da personalidade dos habitantes da residência;
  • rústico: reproduz as moradias campestres, utilizando-se de muitos elementos reciclados. Dá um ar de naturalidade aos ambientes, com muito bom gosto;
  • industrial: é um estilo surgido nos Estados Unidos da América na segunda metade do século 20, que transformou os galpões e áreas industriais, com suas instalações elétrica e hidráulica aparentes, metais, concretos e alvenaria à vista, em residências;
  • contemporâneo: ele se utiliza de muitos traços de modernidade, principalmente os materiais de tecnologia avançada e os desenhos geométricos, além de explorar as cores e as texturas.

Espaço do ambiente

Beleza e conforto são aspectos importantes a se observar na hora de adquirir os móveis da casa. Entretanto, não são apenas eles os fatores que você deve verificar quando for fazer isso.

É fundamental levar em conta a área disponível no cômodo, incluindo a disposição de portas e janelas, para que a mobília componha a sua decoração com funcionalidade e equilíbrio.

É comum as pessoas comprarem peças lindas e serem surpreendidas no instante em que elas são entregues na residência: passam apertadamente pelas portas (isso quando não são danificadas ou estragam as paredes); são dissociadas do que se propôs para o ambiente; e, o pior, não cabem no local.

Funcionalidade

Conciliar estilo, beleza e conforto é uma operação que exige muita atenção. Contudo, outro item precisa ser levado em conta durante a escolha do mobiliário, especialmente se você for mobiliar espaços pequenos: a funcionalidade.

Optar pelo funcional  permite que você consiga aproveitar melhor a área do local, sem que ele fique com aquela sensação de claustrofobia e atulhamento.

Além de serem usados em mais de uma função, itens dessa categoria dobram, desdobram, podem ser reunidos em lugares menores, sem que você tenha de abrir mão da beleza e da sofisticação.

Aprenda 7 dicas para decidir com qualidade

Agora que você conhece os critérios indispensáveis para escolher e comprar os móveis que farão o maior sucesso na sua residência, agregando mais conforto e hospitalidade aos ambientes, nada melhor do que aprender alguns cuidados. Confira as nossas dicas para fazer isso sem atropelos.

1. Escolha as cores a partir de uma paleta predefinida

A peça pode apresentar um design maravilhoso e ser muito útil, mas se você errar na cor, sabe como é: o espaço perde o equilíbrio e parece que a desconexão tomou conta do cômodo. Elabore uma paleta de cores do local onde será instalada a mobília utilizando o círculo cromático. Os tipos de paleta são:

  • primária: constituída pelas cores primárias;
  • complementar: contém as cores opostas do círculo cromático;
  • análoga: tem as cores posicionadas ao lado de uma cor qualquer que foi escolhida no círculo cromático;
  • monocromática: apresenta uma única cor do círculo cromático.

2. Use cores claras

Instalar móveis em cores claras cria a sensação de que o cômodo é maior, arejado, iluminado e cria um ambiente de boa vibração e vivacidade.

3. Conheça o local antes de escolher o móvel

Analise bem o lugar antes de comprar o sofá, a mesa ou o guarda-roupas, por exemplo. Faça uma medição da área. Leve em consideração o número de pessoas que utilizarão do local e a facilidade de circulação das mesmas no interior do espaço.

4. Simule a disposição da mobília

Planejada a decoração e relacionados quais os móveis comporão o cômodo, uma boa ideia é fazer uma simulação da distribuição deles na área, definindo a posição de cada um, o espaçamento entre eles e a circulação dos usuários.

5. Decida por móveis multifuncionais

É o tipo de mobiliário que serve para muitas situações e fins. Sofá com estante, camas com baú ou sofá-cama, por exemplo. Se a sua casa for pequena, é o mais adequado, pois diminui a necessidade de muitos itens e ajuda o trânsito das pessoas.

6. Prefira o design reto

Peças com esse design são mais fáceis de serem dispostas em vários locais, inclusive nos encaixes nos cantos das paredes e do piso, oferecendo mais funcionalidade do que a mobília arredondada. Elas também propiciam uma sensação de continuidade e de amplitude do ambiente.

7. Utilize os espaços vazios

O móvel sob medida é uma ótima dica para você aproveitar as áreas debaixo da mesa e das camas, cantos e espaço aéreo. Armários, gavetas, prateleiras e estantes são boas opções.

Como você percebeu, escolher os móveis para casa fica mais fácil quando se tem conhecimento do que é necessário saber antes de comprá-los. Assim, com bom gosto e criatividade,a sua moradia ficará ainda mais linda e você, merecidamente, receberá todos os elogios.

Gostou das nossas dicas? Agora é planejar a sua mobília dos sonhos e ir às compras. Antes, compartilhe este post nas suas redes sociais com seus amigos. Quem sabe alguém não resolve lhe fazer companhia.

CATEGORIAS
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

um conteúdo
pensado pra você